Livraria 18 de Abril

Register for free | Sign in

Prece de alguém que sofre

   

Senhor, meu Deus.

Pai bondoso, busco-O com esperança de que o seu amor seja capaz de acalmar-me agora.

Busco o colo e o aconchego de quem me conhece desde sempre e sabe bem os motivos das minhas dores e do meu desespero.

Pai de justiça e de amor envolva meu coração dolorido em Seu afeto infinito, para que meu desânimo arrefeça e que eu não desista da luta.

Ampare-me em seus braços, dando-me a certeza de que jamais estarei sozinho, mesmo quando o silêncio for meu único companheiro e a estrada da vida me parecer deserta.

Dá-me forças e coragem para seguir meu caminho, por mais duras que sejam as provas e por mais distantes que meus amores possam estar de meus olhos.

Peço, Senhor, que suas palavras ecoem em minha intimidade, guiando meus passos e curando as feridas que sangram em minha alma.

Feridas causadas por minha incúria, por meu egoísmo e pela minha falta de capacidade de perdoar.

Envolva-me em um abraço afetuoso, capaz de estancar essas lágrimas que insistem em rolar de meus olhos e de molhar minha face.

Não pretendo que o sofrimento que ora vivo seja simplesmente arrancado de meus dias.

Se ele está presente em mim hoje é porque o semeei no passado, bem sei.

Peço apenas humildemente, Senhor, para suportá-lo com dignidade.

Peço que me auxilie a me manter em pé, nesses momentos tão duros, em que sinto os joelhos cedendo ao peso do cansaço e do desalento.

Não permita, pai, que a tristeza tome, de vez, conta de meu pensamento, impedindo-me de ver com clareza e de acreditar no amanhã.

Não deixe, Senhor, que o remorso e o arrependimento pelos meus erros sejam desculpa para novos deslizes e maiores enganos.

Fortaleça meu desejo de suportar as dificuldades que me possibilitarão ser uma criatura melhor, um dia.

Que a paixão seja alavanca de progresso e não mais motivação para novos equívocos.

Ajude-me, Senhor, a trilhar o caminho do bem, por mais estreita que seja a sua porta, por mais pesado que seja o meu fardo.

Que a revolta e o desespero não preencham meus dias e nem povoem minhas noites.

Ilumine, com a sua verdade, Senhor, meus atos e minhas palavras.

Pois, sinto-me tão só e tão perdido, nesse mundo de desterro e de exílio, onde a felicidade é fugaz e passageira.

Somente a certeza da sua presença constante em minha existência pode me trazer a paz e o conforto que meu espírito infeliz tanto almeja.

Abra meus olhos para as verdades eternas da vida e conceda-me a graça de confiar sempre, sem hesitação e sem esmorecimento.

Auxilia-me, Pai bondoso, para que eu possa seguir em frente, de uma vez por todas, deixando para trás meu passado equivocado, construindo, a partir de hoje, bases de amor e de felicidade para o futuro.

Pense nisso!

Quando as duras provas da vida trouxerem para o seu coração amargura e dor, lembre-se que a prece é o meio mais eficaz que nos liga a Deus.

Lembre-se de que nada, nem ninguém, pode trazer maior alívio para nossos sofrimentos do que a presença divina em nossas vidas.

Deus, Pai bondoso e justo, jamais nos abandona ou desampara.

Confie e persista, sempre.

Texto da Equipe de Redação do Momento Espírita.